quarta-feira, 19 de outubro de 2016

"Existe Algo de Bom nos Homens?" - Parte VIII

Características Contrabalançadas


Novamente, diferenças importantes de personalidade seguem de diferenças básicas de motivação no tipo de relacionamento que interessa homens e mulheres.

Pense no dito comum que mulheres são mais emocionalmente expressivas que homens. Para uma relação íntima, boa comunicação é útil. Ela possibilita que duas pessoas se entendam, apreciem os sentimentos uma da outra, e assim por diante. Quanto mais intimamente os parceiros conheçam-se entre si, melhor eles podem cuidar e apoiar um ao outro. Mas em um grupo maior, onde você tem rivais e até mesmo inimigos, é arriscado colocar todos os sentimentos para fora. O mesmo acontece com transações econômicas. quando você está negociando o preço de alguma coisa, é melhor manter seus sentimentos para si mesmo. E portanto homens se reservam mais.

Justeza é outro exemplo. Uma pesquisa de Brenda Major e outros lá pelos anos 1970 usaram procedimentos desta forma. Um grupo de sujeitos tinha que realizar uma tarefa, e o experimentador então diria que o grupo obteve uma certa quantia em dinheiro, e estava a cargo de um dos membros dividi-lo como bem entendesse. A pessoa poderia ficar com todo o dinheiro, mas isto não era o que geralmente acontecia. Mulheres dividiam o dinheiro igualmente, com uma mesma fatia para cada um. Homens, em contraste, dividiam desigualmente, dando uma maior fatia de recompensa a quem fizesse a maior parte do trabalho.

Qual dos dois é melhor? Nem um, nem outro. Ambos equidade e igualdade são visões válidas de justeza. Mas eles mostram a diferença das esferas sociais de observação. Igualdade é melhor em relações mais próximas, quando pessoas cuidam umas das outras e reciprocam coisas e dividem recursos e oportunidades igualmente. Em contraste, equidade - dar maiores recompensas para maiores contribuições - é mais eficaz em grupos maiores. Eu ainda não conferi de verdade, mas estou disposto a apostar que se você fizer uma pesquisa nas quinhentas maiores e mais bem-sucedidas corporações nos EUA, você não encontrará nenhuma entre elas que pague a cada empregado exatamente o mesmo salário. Os trabalhadores mais valiosos que contribuem mais geralmente são melhor pagos. Este é simplesmente um sistema mais efetivo em grupos maiores. O padrão masculino é adequado para grupos maiores, o padrão feminino é adequado para pares íntimos.

Dado o mesmo, para a diferença entre comunal e de negociação, mulheres têm natureza mais comunal, homens mais de negociação. Na psicologia, tendemos a suspeitar de um casal que um casal que depois de dez anos de casamento ainda dissesse "eu paguei a conta de luz mês passado, agora é sua vez". Mas a suposta superioridade de relações comunais se aplica principalmente às relações íntimas. No nível de grandes sistemas sociais, é da outra forma. Países comunais (inclusive comunistas) permaneceram primitivos e pobres, enquanto as nações ricas e avançadas chegaram onde estão por meio de trocas econômicas.

Existe também o ponto sobre homens serem mais competitivos, mulheres mais cooperativas. Novamente, porém, cooperação é muito mais útil que competição para relacionamentos próximos. Qual é a utilidade em competir contra sua esposa? Mas em grupos grandes, chegar ao topo pode ser crucial. A preferência masculina por hierarquias dominantes, e o esforço ambicioso em chegar ao topo, igualmente refletem uma orientação em direção a grupos maiores, não um desgosto pela intimidade. E lembre-se, a maior parte dos homens não se reproduz, e nós somos descendentes principalmente dos homens que lutaram pelo seu lugar ao topo. Não é o mesmo com as mulheres.

Mais uma coisa. Cross e Madsen cobriram muita pesquisa mostrando que homens pensam de si mesmos baseado em características incomuns que os separem de outros, enquanto os auto-conceitos das mulheres realçam coisas que as conectem com os outros. Cross e Madsen pensam que isto é porque homens querem estar longe de outras pessoas. Mas de fato ser diferente é uma estratégia vital para pertencer a um grupo maior. Se você é o único membro de um grupo que pode matar um antílope ou encontrar água ou falar com os deuses ou chutar um gol em campo, o grupo não pode te dispensar.

É diferente em um relacionamento de par. O esposo de uma mulher, e o seu bebê, a amarão mesmo se ela não tocar trombone. Então, cultivar uma habilidade única não é essencial a ela. Mas tocar trombone é uma maneira de fazer parte de certos grupos, especialmente bandas de percussionistas. Esta é mais uma razão pela qual os homens vão mais a extremos mais que as mulheres. Grupos maiores promovem a necessidade de estabelecer algo diferente e especial sobre você mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário